Prototipagem de dispositivo mecânico com elementos estruturais de construção leve e flexível que permite ao deficientes físicos utilizá-las sem sofrer com lesões posteriores vinda dos impactos 

  A aplicação dos conceitos da física dinâmica e a concepção da anatomia humana tem levado a resultados extremamente relevante e fundamentais no processo de manutenção e inclusão humana, atividades do dia-a-dia tornam-se cada vez mais comuns e viáveis. A utilização de softwares dedicados quase que exclusivamente nos segmentos de modelagem darão a este trabalho um enfoque diferente e integrador entre as várias ciências e recursos disponíveis na engenharia. Analisaremos reações cotidianas causadas pelo uso inadequado de dispositivos assistências de locomoção e a busca de soluções através da aplicação de software de elementos finitos utilizados na engenharia de modelagem.

 Utilizando o método comparativo será possível identificar criticidades usuais de cada um dos modelos existentes no mercado. A partir deste ponto será proposto um modelo apropriado para a redução destes problemas. Este trabalho possibilitara através da utilização de recursos de modelagem 3D, e Análise de elementos finitos identificar e quantificar regiões de tensão excessiva quando da utilização de dispositivos assistências de locomoção em atividades do dia-a-dia.

   Quando analisamos a dinâmica reversa é possível transpô-la para a área da engenharia biomédica, talvez a sua incompreensão ou falta de conhecimento seja um dos fatores que contribuam para a inércia na evolução de segmentos significativos desta área.

   Os dispositivos assistências móveis (bengalas e muletas) podem ser melhores avaliados sobre esta ótica. Dos aspectos gerais da dinâmica reversa os fenômenos associados a Antropometria e Dinamometria podem e devem ser considerados nos dispositivos assistenciais.

   O modelo físico descrito leva-nos a crer que a força vertical tende a ser menor que a encontrada no modelo convencional. Dentro dos métodos de comprovação científica necessitamos realizar procedimentos dentro dos mesmos parâmetros e métodos, para aí sim, desta forma, validar um processo como positivo e válido. Iremos utilizar o software de modelagem configurado para um material em fibra de carbono, reduzido a uma escada de 1:10. A força aplicada será de 1.000 N (aproximadamente 100 kgf) a mesma aplicada na muleta convencional.

© 2015 por Equipe FabNerdes. 

  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Flickr Icon
  • White Twitter Icon